Por que é tão importante conhecer a sua história?

Turismo genealógico na Itália

Você já ouviu falar em Turismo Genealógico, turismo de raízes, ancestry tourism, turismo das origens?

Você pode até não ter ouvido falar, mas se você já teve aquela vontade de vasculhar nos baús e caixas de camisa da vó e não vê a hora de ir à Itália para conhecer a cidade dos seus nonnos italianos, você já entendeu um pouco do que é essa nova maneira de viajar. 

Você que cresceu em uma família italiana, assim como eu, certamente sabe do que estou falando. Aquele sentimento de pertencimento, de saudade de um lugar que você nem sequer conhece, de ficar imaginando como será quando chegar na Itália… com a diferença que quando eu sonhava com tudo isso não tinha acesso à internet, portanto eu sonhava mesmo com as revistas e fotos que chegavam da bella Italia ao Brasil. Não importa! O importante é sonhar e planejar.

Turismo genealogico: o que éOs turistas das origens geralmente são fai-da-te (fazem sozinhos) e, na maioria das vezes, ficam frustrados. Quem aí nunca pensou em procurar parentes na Itália, chegou todo feliz e foi recebido com uma porta na cara?

Quando falo em turistas de genealogia  fai-da- te, não falo de buscar documentos dos antepassados, porque isso acontece muito antes de você decidir ir para a Itália. Essa é uma fase importante, portanto se precisar de ajuda entre em contato conosco.

O Turismo Genealógico é um nicho do turismo cultural, juntamente com o turismo religioso, patrimonial, educacional ou pedagógico, de pesquisa, gastronômico, antropológico, desportivo, entre outros. É uma oportunidade de resgate de origens, de descoberta de laços com seus antepassados, pessoas que fazem parte da construção de quem somos.

Os lugares da memória podem ser as ruas por onde caminharam, a casa onde moraram, a igreja onde foram batizados, o cemitério ou mesmo objetos que usaram durante o percurso de vida. Repercorrendo esses lugares (re)construímos a nossa essência.  

Certamente, através do turismo genealógico, o turista descobre algo que lhe pertence, as suas memórias afetivas, as suas raízes, a história da sua família, dos seus antepassados.

Cidadania italiana e origens italianas

Quem decide contratar um serviço de um profissional do turismo genealógico (que será um pouco genealogista, um pouco historiador, um pouco psicólogo e muito amigo) quer viver todas as emoções que a terra de origem pode oferecer, quer ter a segurança de chegar na igreja certa (sim acontece muito das pessoas confundirem igrejas, cidades… que tenham nomes parecidos), quer viver experiências emocionantes e únicas pensadas somente para si, com exclusividade e, o mais importante, com o coração.

Vivo no Vêneto desde 2007, mas vim a primeira vez em 2003 quando fiquei três meses. Posso dizer que conheço essa terra melhor do que o meu Rio Grande do Sul, onde vivi quase 30 anos. Obviamente a primeira coisa que fiz ao chegar por aqui foi visitar todas, sim, TODAS, as cidades de origem dos meus antepassados para poder proporcionar a mesma emoção aos meus pais quando viessem para cá. E, posso confessar uma coisa? Foi ainda mais emocionante. Com os anos aqui, adquiri experiência, estudei a História e pude proporcionar algo inesquecível a eles. 

É imprescindível conhecer o território, por isso me especializei no Vêneto, para poder proporcionar experiências diferentes porque, ao contrário do que muitas pessoas pensam, o turismo genealógico não é somente visitar a igreja onde (supostamente) seu antepassado foi batizado, mas vivenciar a terra e tudo que ela pode oferecer e deixar-se transportar pelas emoções, desenhando viagens autênticas e únicas.

Turismo genealógico o VênetoReconhecer-se, fazendo um mergulho em nossa identidade, permite identificar nosso lugar e encontrar nossas raízes. Isso dá sentido a quem somos, ao que fazemos e, principalmente, porque fazemos e para quem deixamos. Isso chama-se legado. Só descobrimos quando olhamos para nossa história e, percorrendo esta trajetória, construímos nosso caminho. Encontrando nossos semelhantes, entendemos o significado de pertencer a um lugar, a uma cidade, a um país, a um povo. 

Um retorno às origens, uma conexão com o passado, um vínculo com nossas raízes, como um sinal de gratidão aos que nos antecederam.

Viajar a turismo pode ser ainda mais emocionante quando você alia desejo e propósito. O desejo de conhecer a Itália, berço da cultura, arte, gastronomia, aliado à possibilidade de resgatar sua história e da sua família é a proposta do Turismo Genealógico ou turismo de origens. Honrar nossos antepassados para reconhecer nossa identidade, dando sentido à trajetória de todos os que nos antecederam. 

O Turismo Genealógico requer paixão, muita pesquisa, conhecimento do território, além da experiência e sensibilidade, é muito além de ver com os olhos, é sentir com o coração. É resgatar a sua história familiar, proporcionando aos clientes emoções únicas e viagens personalizadas, é trabalhar com a emoção e a paixão que me caracterizam, fazendo “minha” a história de cada família, é valorizar as pequenas localidades, os eventos e produtos do território, as rotas alternativas, o Slow Tourism (Turismo lento).

Está pronto/a para embarcar nessa viagem? Conheça os nossos serviços e opções de turismo genealógico.

Compartilhe:

Posts relacionados